Fernando Colunga Olivares (Cidade do México3 de março de 1966) é um ator e dublador mexicano. É o único filho do engenheiro Fernando Colunga e Margarita Olivares, sua família tem origem asturiana, sua carreira começou dublando filmes.

 

 

Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou a estudar engenharia civil, tinha uma loja de material de construção, era uma loja de automóveis, trabalhou como barman e administrador. "Eu sempre tive o sonho de ser um ator, mas não cheguei diretamente à Televisa", disse o ator que começou em 1988, trabalhando como dublê do ator Eduardo Yáñez na telenovelaDulce Desafío. A partir daí, optou por continuar estudando no Centro de Artes da Educação (CEA) da Televisa em1990. Nos inicio de sua carreira seu rosto se tornou popular em muitos lares, graças a um papel na versãomexicana do popular programa infantil Plaza Sésamo. Apareceu em outras telenovelas como Cenizas y diamantesMadres egoístas. Conhecido no Brasil por sua atuação ao lado de Thalía, sua ex-namorada, na novela Maria do Bairro pela qual se tornou famoso. Também teve participações nas novelas Maria Mercedes e Marimar.

Mais tarde, ele participou da telenovela Nunca te olvidaré, onde ele retrata um personagem que nunca deixou de amar a jovem Esperança e luta por ela contra sua mãe e Silvia. Mas obstáculos tem de superar para consumar o seu amor com Esperança (sua amiga de infância). Além disso, foi o par romântico de Gabriela Spanic em A Usurpadora, interpretando Carlos Daniel Bracho, também com Letícia Calderón em EsmeraldaAdela Noriega emAmor RealAracely Arámbula em Abraça-me muito forteLucero em Alborada e Soy tu dueña, e Susana González em Pasión.

No ano de 2004, Fernando ganhou o prêmio de melhor ator protagonista, pela telenovela Amor Real, onde trabalhou ao lado de Adela NoriegaLetícia Calderón e Chantal Andere, entre outros.

Em 2008, Fernando foi par romântico de Silvia Navarro na telenovela: Mañana es para siempre.

Em 2010 foi o protagonista de Soy tu dueña, repetindo par romântico com Lucero, com quem já havia atuado emAlborada. Também atuou novamente com a atriz venezuelana Gabriela Spanic, a antagonista na história, que regressava às telenovelas mexicanas após 10 anos.

Em 2012, Juan Osorio convidou para protagonizar Porque el amor manda, junto com Blanca SotoErick Elías eClaudia Álvarez. Fernando sempre tem sido cortejado, ele tem vários apelidos carinhosos pelos seus fãs: Nando, Fê, e até de Rey de las telenovelas. Seu dublador oficial no Brasil é Ricardo Schnetzer.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Sua vida pessoal é discreta. Até os dia de hoje é visto eventualmente nas baladas com diversas mulheres, entre anônimas, atrizes e cantoras, mas nunca quis se casar e nem ter filhos, apenas manter relacionamentos sem compromisso. Diz em entrevistas que um homem para provar que é homem não precisa se casar. O ator se incomoda com especulações de que seja gay, por não assumir nenhum namoro fixo. Seu namoro mais famoso e mais divulgado pela mídia foi com a cantora Thalía, de 1995 a 1997. Anos mais tarde confessou: "Ter sido namorado de Thalía foi a pior experiência amorosa que já tive em minha vida. Sim, foi uma má experiência, porque o amor que desfruta com seu par, não quer desfrutar com 88 mil pessoas que nem entendem sua relação", disse Fernando Colunga à Terra Networks.

Telenovelas[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Miniseries[editar | editar código-fonte]

Programas[editar | editar código-fonte]

Vídeos Clipes[editar | editar código-fonte]

Prêmios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Prêmios ACE[editar | editar código-fonte]

Premios TVyNovelas[editar | editar código-fonte]

Prêmios El Heraldo do México[editar | editar código-fonte]

Prêmios Juventude[editar | editar código-fonte]

Prêmios People en Español[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Alem da usurpadora

usurpadora e lindo como a mae dela

Bem vimdos a minha pagina

vamos começar com a biografia para sabermos um pouco do que e a novela la usurpadora 

Biografia

 

La Usurpadora (no BrasilA Usurpadora) é uma telenovela mexicana produzida por Salvador Mejía e dirigida por Beatriz SheridanNathalie Lartilleux para a Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas de 9 de fevereiro a 24 de julho de 1998, em 102 capítulos,3substituindo María Isabel e sendo substituída por El privilegio de amar.

 

Os primeiros 35 episódios tinham duração de 30 minutos. Porém a partir de 30 de março de 1998, após o fim da telenovela Huracánpassou à oferecer capítulos de uma hora.

 

Foi escrita por Carlos Romero, sendo um remake de La usurpadora, telenovela venezuelana da RCTV de 1972. Esta é a segunda adaptação da Televisa da obra de Inés Rodena, que em 1981 levou ao ar El hogar que yo robé4 5 .

 

Conta com Gabriela SpanicFernando ColungaChantal AndereJuan Pablo GamboaDominika PaletaMarcelo Buquet, Jéssica Jurado e Libertad Lamarque nos papéis centrais da história, que gira em torno de um par de irmãs gêmeas que foram separadas quando eram crianças.6

 

No Brasil, foi exibida pela primeira vez pelo SBT de 22 de junho a 9 de novembro de 1999, substituindo Pérola Negra e sendo substituída por O Privilégio de Amar. Um sucesso imediato, e devido ao qual, foi reprisada pelo SBT em outras cinco ocasiões: em200020052007dezembro de 2012 a maio de 2013 e agora em 2015

 

Está sendo novamente reexibida pelo SBT desde o dia 30 de março de 2015, substituindo A Feia Mais Bela.7 Com esta quinta reprise, A Usurpadora tornou-se uma de três telenovelas da Televisa mais reprisadas pelo SBT – juntamente com Maria do Bairro, que foi reprisada cinco vezes,8 e Chispita, reprisada sete vezes.9 10

Informaçoes gerais

 

Formato Telenovela
Gênero dramaromance
Duração 45 minutos
Criador(es) Inés Rodena (obra original)
Carlos Romero (adaptação)
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Diretor(es) Beatriz Sheridan
Nathalie Lartilleux
Produtor(es) Salvador Mejía
Elenco Gabriela Spanic
Fernando Colunga
Daniela Nahum
Libertad Lamarque
Chantal Andere
Juan Pablo Gamboa
Dominika Paleta
Marcelo Buquet
Jéssica Jurado
ver mais
Tema de abertura "La Usurpadora", pela banda Pandora e "Sonho Lindo", porRPM na versão do SBT
Exibição
Emissora de
televisão original
 Canal de las Estrellas
 SBT
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 9 de fevereiro de 1998 -24 de julho de 19981

22 de junho de 19992 -9 de novembro de 1999

N.º de episódios  1023
Cronologia
Último
María Isabel
El privilegio de amar
Próximo
Programas relacionados La usurpadora
El hogar que yo robé
La intrusa
¿Quién eres tú?

 

quem ja assistil alem da usurpadora tauves nao gosto do começo mas gosto do final e quem nao assistil ou nao consegue acha e otimo tenho sertesa que vao gosta aqui o saite

https://www.youtube.com/watch?v=uYUTZDjDCww